Imprimir

REQUERIMENTO QUE PEDIA INFORMAÇÕES SOBRE O PRONTO ATENDIMENTO NÃO ALCANÇA NÚMERO DE VOTOS PARA APROVAÇÃO

Escrito por Comunicação Câmara EM .

Configuração do Tamanho do Texto

iconerequerimentopedidodeinformacao

Na noite dessa terça-feira (06/03) o Plenário da Câmara também rejeitou, por seis votos contrários e quatro a favor, o Requerimento nº 15/2018, de autoria do Vereador João Paulo Baena Alves, que tinha por objetivo que o Prefeito encaminhasse documentos à Câmara e prestasse informações com relação ao Pronto Atendimento Municipal. A proposição solicitava “qual o responsável atual pelo Pronto Atendimento e qual o instrumento legal realizado para efetivar a terceirização do PA, com cópia do documento”.

 

Segundo a justificativa, o documento tinha o intuito de prestar esclarecimentos à população sobre as medidas atuais da Administração Pública com o Pronto Atendimento”, além da função fiscalizadora estabelecida pelo próprio Regimento Interno. A proposição fica arquivada na Câmara por não obter o número de votos para ser aprovada.

 

Votação: 

Votaram a favor os Vereadores Edvaldo Lira da Silva, João Paulo Baena Alves, Carlos César de Castro, Gilson Cezar Prok. A Proposição recebeu seis votos contrários, dos Vereadores Hamilton Pires de Rezende, Rodrigo José de Carvalho, Nevitom Borges da Costa, Guilherme de Souza Serrano, Paulo Henrique Furtado e a Vereadora Lourdes Silva de Souza. O Presidente da Câmara Leandro Prock Valério não vota; apenas em casos de empate dos votos.

Vídeos das Reuniões no nosso canal do Youtube:

https://www.youtube.com/channel/UCaynRFw-wbl_SRN0V9VFR0Q