Imprimir

Indicação sugere retorno do funcionamento do Matadouro Municipal

Escrito por Comunicação Câmara EM .

Configuração do Tamanho do Texto

 

 

iconesugestao

 

Outra proposição lida e discutida em Plenário foi a Indicação de nº 209/2017, de autoria do Vereador Paulo Henrique Furtado. Trata-se de sugestão ao Prefeito que possa “estudar a possibilidade de retornar o funcionamento do Matadouro Municipal, para que os criadores de nosso município possam ter segurança no abate dos animais e qualidade no fornecimento da carne, cumprindo as determinações legais”.

A justificativa também foi apresentada na Câmara. “Estamos sendo procurados, principalmente pelos pequenos criadores, com relação ao abate e acondicionamento de animais, pois precisam se dirigir a outros municípios, elevado o custo e comprometendo o fornecimento da carne à população, prejudicando a comercialização dentro do município. Considerando que os criadores de nosso município necessitam de um suporte para o abate e comercialização de sua criação. Considerando o alto custo de abater animais em outros municípios e por tratar-se de uma questão de suma importância para o município, solicito a presente medida, a fim de que as medidas legais e estruturais sejam tomadas, a fim de atender à demanda da população com segurança, eficiência e qualidade”, sinalizou.

A proposta deve ser encaminhada à Prefeitura. Votaram a favor os Vereadores Gilson Cezar Prok, Paulo Henrique Furtado, Edvaldo Lira da Silva, Carlos César de Castro, Hamilton Pires de Rezende, Rodrigo José de Carvalho, Guilherme de Souza Serrano, João Paulo Baena Alves e a Vereadora Lourdes Silva de Souza. Ausente à sessão o Vereador Nevitom Borges da Costa. O Presidente da Câmara Leandro Prock Valério, por força regimental não vota, uma vez que não houve empate.