Imprimir

Indicação sugere revisão de lei que instituiu perímetro urbano do Município, em especial no que se refere a nome de bairros e a criação de novos loteamentos

Escrito por André Luiz Ferreira EM .

Configuração do Tamanho do Texto

iconesugestao

         Outra proposição aprovada na Câmara foi a Indicação nº 96/2017, de autoria do Vereador Carlos César de Castro, que sugere ao Prefeito “proceder à revisão da Lei que instituiu o perímetro urbano do município, no sentido de delimitar e denominar os bairros, de acordo com as alterações de nomenclatura e criação de novos loteamentos e bairros”.

“A presente proposta busca atender ao pedido da população, de uma forma geral, que enfrenta problemas e transtornos com correios e outros meios de transporte de mercadorias e afins. A partir da última alteração da lei que delimitou o perímetro urbano, loteamentos e bairros novos foram criados, gerando confusão e dificuldade de localização, fato que tornou necessário rever a legislação, diante do crescimento urbano e da expansão que se verifica”, justificou o documento.

A proposição ainda foi comentada pelo autor. “Muitas pessoas confundem os nomes de loteamentos com o de bairros e isso gera uma confusão principalmente para as empresas de transporte vindas de fora. Acredito que deveríamos organizar as nomenclaturas através de dispositivo legal, informando quais comunidades fazem parte de determinado bairro, para se evitar confusões deste tipo”.

Votaram a favor da proposição os Vereadores Carlos César de Castro, Guilherme de Souza Serrano, Gilson Cezar Prok, Hamilton Pires de Rezende, Rodrigo José de Carvalho, Paulo Henrique Furtado, João Paulo Baena Alves, Edvaldo Lira da Silva e a Vereadora Lourdes Silva de Souza. Ausente à sessão, o Vereador Nevitom Borges da Costa. O Presidente da Câmara Leandro Prock Valério, por força regimental não vota, uma vez que não houve empate.