Imprimir

Aprovada na Câmara Indicação que sugere campanha educativa de saúde à Prefeitura

Escrito por André Luiz Ferreira EM .

Configuração do Tamanho do Texto

iconesaude

 

Na noite dessa terça-feira (18/04), os vereadores presentes aprovaram por unanimidade a Indicação nº 65/2017, de autoria da Vereadora Lourdes Silva de Souza, que sugere ao Prefeito a realização de “uma campanha, junto aos PSF's, denominada ‘Maio Roxo’, tendo como foco as doenças inflamatórias intestinais, que incluem a Doença de Crohn e a retocolite ulcerativa, com base no Protocolo Clínico de Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde”.

 

A Indicação lida em Plenário e discutida pelos edis deve ser encaminhada ao Prefeito nos próximos dias, com a justificativa da autora. “Os gestores municipais do Sistema Único de Saúde, de acordo com o Ministério da Saúde, deverão estruturar a rede assistencial, definir os serviços referenciais e estabelecer os fluxos para o atendimento dos indivíduos com a Doença de Crohn e a retocolite ulcerativa em todas as etapas. O objetivo é conscientizar a população sobre essas doenças inflamatórias intestinais pois, segundo estimativas, em todo mundo 5 milhões de pessoas vivem com as doenças e as ações de conscientização deverão ser promovidas em todos os continentes. No Brasil, a Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Chron propõe ampliar a conscientização e melhoria na qualidade de vida dos pacientes. São doenças que não têm cura e afetam diretamente o sistema digestivo e fazem com que o tecido intestinal se torne inflamado, provocando feridas e sangramentos facilmente. Ambas as doenças causam impacto tremendo no bem-estar físico e emocional do paciente, pois provocam muitas dores e sofrimento crônico. Diante da complexidade das doenças, solicito ao Exmo. Prefeito que estude uma ação para que as orientações possam ser ministradas nos PSF's, pois os sintomas como febre, perda de peso, dor abdominal, dentre outros, podem confundir com outras doenças e prejudicar o início do tratamento. Para tanto, conto com o apoio do Executivo para essa medida de grande alcance, utilidade e necessidade”.

 

Votação:

Votaram a favor da proposição os Vereadores Hamilton Pires de Rezende, João Paulo Baena Alves, Gilson Cezar Prok, Edvaldo Lira da Silva, Paulo Henrique Furtado, Carlos César de Castro, Rodrigo José de Carvalho, Nevitom Borges da Costa e a Vereadora Lourdes Silva de Souza. Ausente à sessão, o Vereador Guilherme de Souza Serrano. O Presidente da Câmara Leandro Prock Valério, por força regimental não vota, uma vez que não houve empate.