Imprimir

Indicação pede que Prefeitura estude a possibilidade de realizar convênio para construção de casas populares

Escrito por André Luiz Ferreira EM .

Configuração do Tamanho do Texto

iconeinfraestruturabairros

Aprovada por unanimidade dos presentes, na noite de ontem (07/02, a Indicação nº 01/2017, de autoria da Vereadora Lourdes Silva de Souza. A proposição sugere que o Prefeito possa “interceder, junto ao Governo do Estado, para a realização de convênio com a COHAB-MG, com o objetivo de incluir nosso Município da Campanha no Programa para a construção de casas populares”.

 

A proposição foi lida no Plenário, juntamente com a justificativa da autora. “Nesse programa, os municípios são parceiros, e como contrapartida fazem a doação do terreno destinado à construção de cada conjunto habitacional, e implantam a infraestrutura das redes de energia elétrica, água e esgoto, pavimentação primária e escoamento de águas pluviais. Com uma prestação de valor baixo, o programa vem favorecer a população com renda de 1 a 3 salários mínimos e busca atender a um número cada vez maior de famílias que não têm condições de adquirir a sua moradia própria através de financiamentos particulares. Com esta proposta, a população de baixa renda poderá ter melhores condições e qualidade de vida, razão pela qual solicito a especial atenção do Exmo. Sr. Prefeito, na certeza de que está atento aos reais interesses da coletividade”.

 

Votação da Proposição:

Votaram a favor da proposição a autora Lourdes Silva de Souza, bem como os vereadores Hamilton Pires de Rezende, Nevitom Borges da Costa, Edvaldo Lira da Silva, Carlos César de Castro, Gilson Cezar Prok, João Paulo Baena Alves, Rodrigo José de Carvalho e Paulo Henrique Furtado. Ausente à sessão, o Vereador Guilherme de Souza Serrano. O Presidente da Câmara Leandro Prock Valério, por força regimental não vota, uma vez que não houve empate.