Imprimir

Requerimento que pede informações sobre o esporte campanhense é aprovado na sede do Legislativo

Escrito por Comunicação Câmara EM .

Configuração do Tamanho do Texto

iconerequerimentopedidodeinformacao

 

Aprovado na Câmara na noite dessa terça-feira (19 de abril) o Requerimento nº 10/2016, de autoria do Vereador Leandro Prock Valério, que requer do Prefeito “informar, mediante apresentação de relatório, o montante de recursos públicos utilizados nos últimos 8 anos, para a manutenção dos campos municipais: Campo do Bairro Dr. Jefferson de Oliveira e Estádio Municipal, e com materiais básicos para os esportistas usuários dos respectivos campos”.

 

 

A proposição ainda enumera os itens a serem disponibilizados no relatório solicitado. “O relatório deve conter a descrição de despesas, tais como: com corte de grama dos respectivos campos, com cal para demarcação do campo, com herbicidas para capina química das extremidades do campo, com funcionários para limpeza e coleta de lixo às margens e no interior do gramado, com uniforme (jogo de camisas, meias, entre outros artefatos que complementam o uniforme destinado à prática do futebol), com bolas e bombas para encher as bolas,  com redes para as traves do gol e com traves dos respectivos campos”.

 

A proposição lida em Plenário ainda continha a justificativa do autor. “O presente requerimento está sendo apresentado para atender aos pedidos dos usuários dos campos acima citado e busca o cumprimento do nosso papel fiscalizador, conforme prerrogativa regimental e constitucional”.

 

Votação do requerimento em Plenário:

A proposição foi aprovada por oito votos a favor e um contra. Votaram a favor da proposição o autor Vereador Leandro Prock Valério, bem como os Vereadores João Paulo Baena Alves, Creone Pagano Sales, Edwirges Rafael dos Reis, Antônio Flávio Fonseca Filho, Admilson José Ferreira e as Vereadoras Lourdes Silva de Souza e Heloisa Helena Limoeiro Müller.  Ausente à sessão a Vereadora Valéria Goulart da Costa. A Proposição recebeu apenas um voto contrário, do Vereador Antônio Leopoldino Dias. O Presidente da Câmara Pedro Messias Alves, por força regimental não vota, uma vez que não houve empate.

O Requerimento aprovado deve ser enviado pela Câmara ao Prefeito.