Imprimir

Indicação traz como sugestão a retirada de veículos abandonados em vias públicas, devido a focos do aedes aegypti

Escrito por Comunicação Câmara EM .

Configuração do Tamanho do Texto

iconesugestao

Aprovada na Câmara a Indicação nº 54/2016, de autoria do Vereador Leandro Prock Valério, que sugere à Prefeitura que possa “providenciar a retirada de veículos abandonados nas vias públicas, ferros velhos e/ou terrenos, por serem possíveis focos de Aedes Aegypti”.

A proposição segue para estudo por parte do Prefeito. “Como é do conhecimento de todos, o vetor aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, encontra em locais com água parada e acúmulo de lixo ambientes ideias para se reproduzirem. Porém, um detalhe que a maioria da população não presta atenção é que carros abandonados em locais descobertos também podem virar criadouros do mosquito e se transformar em uma ameaça às ações de combate ao aedes aegypti. Os carros abandonados nas ruas, em ferros velhos e terrenos representam uma ameaça à população, pois ficam abertos e expostos à chuva, o que favorece à proliferação de larvas do mosquito, virando grandes criadouros, não demorando para que possam se reproduzir e disseminar as doenças. Considerando que, com cerca de 10 dias o mosquito já está pronto para se alimentar de sangue e infectar pessoas, a ajuda da população e do Poder Público na fiscalização desses veículos é fundamental. É preciso utilizar de todos os meios de combate ao mosquito, razão pela qual solicito as providências do Sr. Prefeito, na certeza de que está atento aos cuidados com a prevenção dessa doença e eliminação dos focos do mosquito transmissor”, justificou o autor na proposição.

Votação:

A proposição foi aprovada pela unanimidade dos Vereadores presentes à sessão. Votaram a favor os Vereadores Admilson José Ferreira, Leandro Prock Valério, Creone Pagano Sales, Edwirges Rafael dos Reis, Antônio Flávio Fonseca Filho, Antônio Leopoldino Dias, além das Vereadoras Valéria Goulart da Costa e Heloisa Helena Limoeiro Müller. Ausentes à sessão, o Vereador João Paulo Baena Alves e a Vereadora Lourdes Silva de Souza. O Presidente da Câmara Pedro Messias Alves, por força regimental não vota, uma vez que não houve empate na votação.