Imprimir

Proposição sugere utilização de equipamento para vistoriar áreas do Município

Escrito por Comunicação Câmara EM .

Configuração do Tamanho do Texto

 iconemaquinasequipamentos 

A Prefeitura deve receber nos próximos dias, a Indicação de nº 17/2016, de autoria do Vereador Leandro Prock Valério, que sugere à Prefeitura que possa “utilizar o equipamento DRONE (veículo aéreo não tripulado), dentro das normas reguladoras, para auxiliar a fiscalização de áreas irregulares, terrenos abandonados e similares, como forma de combate e prevenção à dengue, febre chicungunya e zika vírus e combate à prática ilegal de depósito de lixo e entulho, dentre outras ações que busquem o apoio ao cumprimento da legislação”. A proposição foi aprovada pela unanimidade dos presentes.

 

Todo o conteúdo da proposição, incluindo sua justificativa, foi lido em Plenário. “A utilização dos drones tem sido uma forma eficaz no auxílio à fiscalização de áreas com focos do mosquito Aedes Aegipty, bem como aos fiscais no combate à prática ilegal do depósito de lixo e entulho. O drone realiza o mapeamento, vistoria e registro de imagens, que facilitam o controle dessas áreas e auxiliam a Administração Pública e os setores da saúde ligados à vigilância sanitária, vigilância epidemiológica nas ações que se destinam a controlar determinantes, riscos e danos à saúde da população. Desta forma, solicito a atenção do Executivo para essa importante medida”.

 

Votação da proposta:

 

A proposição foi aprovada pela unanimidade dos Vereadores presentes à sessão. Votaram a favor os Vereadores Leandro Prock Valério, Creone Pagano Sales, João Paulo Baena Alves, Admilson José Ferreira, Edwirges Rafael dos Reis, Antônio Leopoldino Dias e Antônio Flávio Fonseca Filho, além da Vereadora Lourdes Silva de Souza. Ausentes à sessão estavam as Vereadoras Heloisa Helena Limoeiro Müller e Valéria Goulart da Costa. O Presidente da Câmara Pedro Messias Alves, por força regimental não vota, uma vez que não houve empate na votação.