Imprimir

Indicação sugere ofício a fim de viabilizar doação de uma ambulância para a Santa Casa de Misericórdia da Campanha

Escrito por Comunicação Câmara EM .

Configuração do Tamanho do Texto

iconesaude

Na reunião de ontem (04 de agosto), outra proposição foi aprovada. Trata-se da Indicação nº 159/2015, de autoria da Vereadora Lourdes Silva de Souza e dos Vereadores Edwirges Rafael dos Reis e Pedro Messias Alves, através da qual sugerem “oficiar ao Deputado Estadual Ivair Nogueira, a fim de viabilizar a doação de uma ambulância para a Santa Casa de Misericórdia”.

Os autores apresentaram no Plenário a justificativa para o pedido. “A Santa Casa de Misericórdia se desenvolveu junto com a nossa cidade, sendo uma das primeiras instituições filantrópicas e até hoje a principal responsável pelo atendimento na área da saúde. Hoje, as limitações financeiras dessa importante entidade de nosso município acabam por impor restrições ao desenvolvimento pleno da assistência médico-hospitalar, o que exige a necessidade de obter o auxílio do Estado para complementar a estrutura, ainda mais depois que o Pronto Socorro foi para lá transferido. Considerando que o objetivo fundamental de disponibilizar o serviço da ambulância é o de promover a saúde e garantir a eficácia do atendimento emergencial, solicitamos ao Exmo. Sr. Deputado Ivair Nogueira que nos auxilie, contribuindo para que a Santa Casa continue com a sua honrosa missão de promover a assistência e o atendimento de qualidade aos seus pacientes”, justificaram os autores na proposição.

A proposição deve ser encaminhada pela Câmara ao Gabinete do Deputado citado na proposição.

Votação:

A proposição foi aprovada por oito votos a favor (das Vereadoras Lourdes Silva de Souza (autora) e Valéria Goulart da Costa e dos Vereadores Edwirges Rafael dos Reis (autor), Antônio Leopoldino Dias, Admilson José Ferreira, Creone Pagano Sales, João Paulo Baena Alves e Leandro Prock Valério). Ausentes à reunião, o Vereador Antônio Flávio Fonseca Filho e a Vereadora Heloisa Helena Limoeiro Müller. O Presidente da Câmara Pedro Messias Alves (autor), por força regimental, não vota; somente em casos de empate.