Imprimir

Proposição sugere envio de projeto de lei de subvenção

Escrito por Comunicação Câmara EM .

Configuração do Tamanho do Texto

iconeturismocultura 

Nessa terça-feira (24 de março), também aprovada na Câmara, a Indicação nº 89/2015, de autoria do Vereador Leandro Prock Valério, que sugere ao Chefe do Executivo Municipal “estudar a possibilidade de encaminhar à Câmara Projeto de Lei concedendo subvenção à Corporação Musical Maestro Walter Salles, para que a mesmo possa participar das celebrações da Semana Santa, cobrindo despesas com seus integrantes e com os equipamentos musicais”.

 

O autor da proposta apresentou sua justificativa documental. “É muito importante que o Município atente para a importância cultural da Corporação Musical Walter Salles, pois esta tem mais de meio século de existência, uma das mais importantes bandas de concerto do Sul de Minas Gerais, onde por ela passaram vários músicos que se encontram em diversas bandas militares do Brasil.   Cabe ressaltar que a Corporação Musical Walter Salles se verifica como um Patrimônio Cultural integrante de um dos mais tradicionais eventos religiosos de nossa cidade, que é a Semana Santa, de suma importância religiosa para toda a nossa região, e a Banda abrilhanta este evento. A concessão dessa subvenção vem ao encontro do desenvolvimento de atividades que permeiam a cultura religiosa de nosso município e da região, já que a banda é parte importante para a realização desta tradicional festa religiosa”.

 

O autor ainda acrescenta outros aspectos à justificativa da Proposição. “Além do mais, o valor desta subvenção seria irrisório, quando se pode observar o valor total gasto recentemente com o carnaval campanhense, que foi de R$ 530.308,79 em cinco noites, ou seja, mais de R$ 106.000,00. Devo observar ainda que a estimativa de gastos com eventos culturais para o ano de 2015 se verifica no valor de R$ 632.098,60, ou seja, com o carnaval foi gasto R$ 530.308,79, restando desta verba mais de R$ 101.000,00, que podem ser gastos com eventos culturais no município e, deste valor, pode-se verificar que a Corporação Walter Salles poderia ter acesso a um valor suficiente para custear suas despesas relativas à Semana Santa e com manutenção básica do acervo instrumental, valor este que segundo os integrantes da Banda seria em torno de R$ 6.000,00. Do exposto, solicito ao Poder Executivo que analise este pedido com relevância, pois a ausência da Banda Walter Salles no evento religioso da Semana Santa Campanhense descaracterizará o evento religioso e cultural da comunidade campanhense e regional.”

 

Votação

 

A proposição foi aprovada por nove votos a favor (dos Vereadores Edwirges Rafael dos Reis, Antônio Flávio Fonseca Filho, Antônio Leopoldino Dias, Admilson José Ferreira, Leandro Prock Valério, João Paulo Baena Alves, Creone Pagano Sales e das Vereadoras Heloisa Helena Limoeiro Müller e Lourdes Silva de Souza). Ausente à sessão, a Vereadora Valéria Goulart da Costa. O Presidente da Câmara Pedro Messias Alves, por força regimental, não vota; somente em casos de empate.

 

A proposição deve ser protocolada na Prefeitura nos próximos dias.